Novos modelos de gestão no SUS e as relações interinstitucionais de controle em foco

Autores

Garibaldi Dantas Gurgel Junior
Hélder Freire Pacheco
Sydia Rosana de Araujo Oliveira
Francisco de Assis da Silva Santos

Palavras-chave:

1. Sistema Único de saúde (Brasil) – Avaliação. 2. Saúde Pública – Brasil – Administração. 3. Política de saúde – Brasil. 4. Reforma do sistema de saúde – Brasil. 5. Administração pública – Avaliação.

Sinopse

O processo de construção do Sistema Único de Saúde (SUS), ancorado
no reconhecimento do direito universal à saúde, tem sido, ao longo
dos últimos 31 anos, marcado por avanços na formulação e implementação
de políticas e programas voltados à expansão da oferta e acessibilidade
aos serviços, especialmente no âmbito da atenção básica,
com resultados significativos em termos da melhoria das condições
de saúde da população, como atestam inúmeros trabalhos publicados
nesse período.
Simultaneamente, esse processo tem enfrentado grandes problemas,
a exemplo do subfinanciamento crônico, que impacta seriamente
as possibilidades de expansão da infraestrutura e, consequentemente,
da oferta dos serviços, que também sofrem os efeitos das enormes dificuldades
enfrentadas no âmbito da gestão e da gerência dos serviços.
Neste particular, observa-se o tensionamento entre os esforços de
mudança e modernização da administração pública brasileira com a
permanência de práticas tradicionais e, muitas vezes, deficiências de
qualificação dos quadros dirigentes e técnicos.

Novos modelos de gestao no SUS

Downloads

Publicado

2021

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)

978-65-5962-042-5