Sujeito de muitas faces: um estudo sobre identidade latino-americana nas concepções de Manoel Bomfim e Octavio Paz à luz do debate decolonial

Autores

Mariana Cavalcanti Albuquerque

Palavras-chave:

Bomfim, Manoel, 1868-1932 – Crítica e interpretação, Paz, Octa- vio, 1914-1998 – Crítica e interpretação, Sociologia, Latino-americanos – Identidade, Descolonização

Sinopse

A identidade latino-americana é o tema tratado ao longo do presente estudo, feito através da leitura comparativa entre os ensaios sociais América Latina: males de origem (1905), do brasileiro Manoel Bomfim, e O labirinto da solidão (1950), do mexicano Octavio Paz. O exame da referida identidade é conduzido pela noção de “um modo singular de ser ocidental”, que cumpre aqui a função de uma espécie de ideologema, cujo entendimento se refere a três aspectos vistos como “marcas simbólicas”: a herança colonial, a mestiçagem e o suposto sentimento de inferioridade.

Sujeito de muitas faces: um estudo sobre identidade latino-americana nas concepções de Manoel Bomfim e Octavio Paz à  luz do debate decolonial

Downloads

Publicado

2021

Categorias

Licença

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)

978-65-5962-013-5